• Share

Emergency preparedness

Responder de maneira efetiva a emergências é essencial para todas as empresas de mineração e metais, para que possam proteger seus funcionários e suas famílias, comunidades e sociedade em geral contra perigos.

A indústria de mineração e metais trabalha continuamente para melhorar sua segurança e proteção operacionais. No entanto, deve-se entender que a opção de zero risco não existe. Isso significa que a segurança e a proteção não podem nunca ser tidas como garantidas e que os planos de preparação para emergências devem ser incorporados a todas as políticas e processos de gestão existentes.

De maneira geral, podemos definir as emergências de mineração e metais como operacionais (por exemplo, perigos provenientes da falha de gasodutos ou do transporte), ambientais (como desastres naturais ou subsidência do solo) ou sociais (por exemplo, conflitos políticos ou descontentamentos comunitários).

Embora a indústria tenha a responsabilidade de estar preparada para emergências por meio de mecanismos internos, é igualmente importante trabalhar com as comunidades que moram nos arredores dos locais de mineração, para aumentar seu entendimento das possíveis ameaças a sua segurança e proteção. Essas ameaças podem ser reais, resultantes da exposição direta ou indireta a riscos, ou psicológicas, causadas pelo medo dos impactos desconhecidos de um possível incidente. Os riscos reais e entendidos como reais prejudicam a confiança social e a confiança no setor.

Infelizmente, nem sempre as comunidades locais são adequadamente informadas sobre os riscos potenciais e, portanto, não estão preparadas para emergências. Uma resposta local rápida e efetiva perante um incidente pode ser o fator mais importante na limitação das lesões, bem como dos danos a propriedades e ao meio ambiente. De acordo com experiências passadas, as comunidades bem informadas e bem preparadas também são as mais capazes de lidar com a consequências dos incidentes.

Para apoiar a implementação da preparação para os casos de emergência, o ICMM, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), publicou o documento Good practice in emergency preparedness and response [Boas práticas na preparação e resposta a emergências], um estudo voltado para complementar o processo internacionalmente aceito de Conscientização e Preparação para Emergências em Nível Local (APELL).

O processo APELL do PNUMA adota uma abordagem estruturada em relação ao envolvimento comunitário, que usa orientações de boas práticas para ajudar as empresas a trabalharem com autoridades locais e comunidades para identificar quem deve fazer o que em uma situação de emergência, bem como consultoria sobre treinamento e o escopo de possíveis funções de engajamento comunitário.

Por meio de um mecanismo de preparação para emergências, as empresas de mineração e metais são capazes de responder, de uma maneira responsável, a perigos potenciais de uma forma pontual e sensível aos pontos fortes e às vulnerabilidades das operações e comunidades.

Faça o download de Good practice in emergency preparedness and response [Boas práticas para preparação e resposta a emergências].