• Share

Critical control management

Nos últimos anos, várias empresas de mineração melhoraram radicalmente seu desempenho de segurança, medido segundo tempo perdido, taxas de frequência de lesões e medidas similares.

Entretanto, eventos indesejados ainda ocorrem, incluindo incêndios subterrâneos, explosões de pó de carvão, desmoronamentos e exposição excessiva a substâncias perigosas, bem como outros incidentes que podem levar a lesões debilitadoras, fatalidades ou impactos ainda mais catastróficos para as pessoas e o meio ambiente.

Investigações após o evento normalmente mostram que os controles para os riscos eram conhecidos, mas não foram implementados eficazmente. Muitas vezes, isso se explica pela densidade e complexidade dos sistemas de gestão de perigos e dos planos e procedimentos de gestão de riscos, que se tornam muito difíceis de implementar ou não descrevem com clareza os controles mais importantes.

Para prevenir a ocorrência de eventos fatais e catastróficos, os controles críticos devem ser claramente definidos e compreendidos, com explicações a respeito de quem é responsável pela sua implementação. Uma abordagem de gestão de controles críticos é uma forma de alcançar isso, com ênfase na gestão dos riscos dos controles que são mais críticos para a saúde e segurança.

Essa abordagem de gestão de controles críticos exige:

  • clareza sobre os controles que realmente importam (ou seja, os controles críticos);
  • compreensão daquilo que esses controles devem fazer para prevenir a ocorrência de um evento indesejado;
  • decisões sobre quais verificações são necessárias para assegurar que os controles estão funcionando conforme sua intenção;
  • responsabilidade pela implementação dos controles (ou seja, quem é responsável por garantir que estão funcionando?);
  • relatório sobre o desempenho de todos os controles críticos.

Idealmente, esse deve ser um processo de nove passos, incluindo planejamento, implementação, avaliação de desempenho e remediação, com a integração de vários loops de feedback para melhorar a robustez do processo. Mais detalhes podem ser encontrados nos documentos Gestão de controles críticos de saúde e segurança: guia de boas práticas e Guia para a implementação da gestão de controles críticos do ICMM.  É importante observar que as orientações não especificam os controles específicos que devem ser implementados, pois estes variam de projeto para projeto, mas explicam o processo de identificação dos controles e os elementos necessários para assegurar que sejam efetivos.

A maioria dos membros do ICMM está avaliando essas orientações para entender as melhores formas de integrá-las em sua prática diária. Essa abordagem também está sendo adotada mais amplamente por operações de mineração de empresas não-afiliadas ao ICMM. Como atividade industrial, a mineração é normalmente perigosa. No entanto, por meio de uma abordagem de gestão de controles críticos, a indústria de mineração e metais estará mais bem posicionada para prevenir a ocorrência de eventos fatais e catastróficos.