Community health

  • Share

Juntamente com nossos membros, apoiamos a partilha de melhores práticas e a maximização dos esforços da empresa para tratar de doenças transmissíveis, problemas de saúde materna e perinatal e deficiências nutricionais, bem como reduzir o impacto das doenças não-transmissíveis. 

Até hoje, esse trabalho promoveu:

Doenças transmissíveis e de outra natureza

As empresas de mineração operam globalmente e, muitas vezes, trabalham com uma grande variedade de comunidades, ou próximas a elas, em ambientes desafiadores. Doenças transmissíveis, deficiências nutricionais e complicações maternas e perinatais são comuns em áreas menos desenvolvidas, onde a pobreza e a falta de acesso a serviços de saúde são frequentes. Para mais informações, veja nossa página sobre doenças transmissíveis.

Globalmente, ocorrem cerca de 16 milhões de mortes por ano devido a doenças transmissíveis, problemas de saúde materna e perinatal e deficiências nutritivas.

Deficiências nutricionais levam a atrasos de crescimento, definhamento e deficiências micronutricionais. Os principais problemas de saúde materna e perinatal incluem hemorragias, infecções, eclampsia, anemia e baixo peso de nascimento.

As empresas de mineração também precisam estar cientes de doenças não transmissíveis que podem afetar a saúde das comunidades e funcionários locais. Tais doenças incluem diabete, câncer, doenças pulmonares e doenças cardiovasculares, que muitas vezes estão ligadas a estilo de vida, dieta, álcool, fumo e inatividade física. Tais doenças costumavam ser mais comuns na América do Norte, Europa e Oceania, mas estão aumentando consideravelmente em países em desenvolvimento, conforme os rendimentos das pessoas aumentam e mudanças de estilo de vida afetam suas dietas e níveis de atividade física.

Benefícios diretos e indiretos dos cuidados de saúde comunitários

Programas de saúde comunitários têm o potencial de beneficiar a empresa e a comunidade de formas diretas e indiretas. Esses benefícios podem incluir ganhos a partir de uma licença social mais sólida para operar. No entanto, normalmente há vários benefícios positivos indiretos para a comunidade, tais como melhorar a educação por meio de melhorias na saúde e no bem-estar das crianças.

As vulnerabilidades de saúde das comunidades que vivem ao redor dos locais de mineração podem ser consideráveis, pois normalmente residem em áreas remotas de países em desenvolvimento com acesso limitado a infraestruturas de cuidados de saúde pré-existentes disponíveis. Antes de executar projetos de saúde comunitária, é necessário que as intervenções sejam concebidas para agregar valor, algo que requer um planejamento sensível. Usando ferramentas como avaliações dos impactos de saúde e avaliações das necessidades de saúde, as empresas podem maximizar os benefícios que podem oferecer aos serviços comunitários de cuidados de saúde.

Sinais de progresso

Os membros do ICMM conquistaram um progresso significativo para aliviar os problemas de saúde das comunidades, incluindo uma variedade de iniciativas que vão desde programas globais de combate à deficiência micronutricional e programas regionais de saúde materna e infantil até iniciativas de controle de doenças transmissíveis altamente focadas nos locais das minas e em seus arredores, bem como vários projetos voltados para as necessidades de saúde específicas de comunidades marginalizadas e isoladas.

Entretanto, deve-se reconhecer que lidar com a saúde comunitária será sempre uma tarefa importantíssima, pois os padrões de doenças mudam e as necessidades de saúde de comunidades diversificadas e em desenvolvimento evoluem. Consequentemente, as iniciativas de saúde comunitária precisam aplicar as lições aprendidas com a experiência em campo para sustentar os impactos de saúde.

Essas iniciativas, combinadas com os esforços para fortalecer a boa governança dos governos locais e o envolvimento com as comunidades afetadas, irão aumentar o sucesso das iniciativas de saúde comunitária.